Dilma privatiza principal rodovia de Mato Grosso

image

Contrariando sua história e o sonho de milhares que levaram Lula à presidencia em 2002, o PT continua sua jornada de privatização . Hoje o governo Dilma bateu o martelo na privatização da BR-163, a mais importante rodovia federal de Mato Grosso e um dos principais, se não o principal, canal de escoamento da safra de soja, milho e algodão do país. A vencedora do leilão foi a Odebrecht, empreiteira que já acumulou bilhões em licitações públicas.

A foto do leilão, publicada pelo portal G1, é simbólica e mostra a tamanha felicidade dos capitalistas no balcão de negócios da Bovespa.

“O trecho que ficará sob concessão tem 850,9 quilômetros e vai da divisa entre Mato Grosso do Sul e Mato Grosso até a cidade de Sinop (MT). O segmento atravessa 19 municípios, alguns deles que formam o coração produtivo do estado, como Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum”, explica o G1, sobre a abrangência do tercho cedido para o lucro dos capitalistas.

Todos lembram que o PT, junto com a CUT, era o principal instrumento dos trabalhoadores contra as privatizações de Collor e FHC/PSDB. Mas a direção do partido abandonou a luta pelo socialismo e se mergulhou nas alianças com a burguesia e seus partidos, a consequência é que o atual governo já privatizaou mais do que FHC e Collor. Só na privatização do Campo de Libra, a maior reserva do Pré-Sal, foram mais de 1 trilhão de reais cedido para a burguesia, segundo estimativas do lucro que será gerado na exploração da área. Sem contar as rodovias, aeroportos, portos e hospitais via OSS`s que já foram ou estão em processo de privatização.

Mas os trabalhadores resistem como podem. As mobilizações de junho mostraram um anseio por serviços públicos como transporte, saúde e educação. Essas mobilizações prosseguem em greves e lutas locais, mas que podem voltar a se generalisarem a qualquer momento. Certos estão os companheiros da Juventude Marxista, que iniciaram a campanha “Transporte, Saúde e Educação – público, gratuíto e para todos – Abaixo a a Repressão”. Veja em: https://www.facebook.com/PublicoGratuitoParaTodos

Matéria do G1: https://www.google.com.br/search?q=Odebrecht&client=chrome-mobile&sourceid=chrome-mobile&espv=1&ie=UTF-8

Dirigentes do PT querem abandonar candidatura própria para apoiar o sojicultor Blairo Maggi em MT

Assim como na esfera nacional, o PT em Mato Grosso segue sua trajetória de auto-destruição como instrumento de luta dos trabalhadores. A direção petista em MT já pensa em abandonar, ou sabotar, o plano de candidatura própria para o governo.

O deputado federal Ságuas Moraes (PT) – ex-secretário de educação de Silval Barbosa (PMDB) – admitiu que caso o sojicultor Blairo Maggi (PR) se candidate ao governo, a pretensão dos dirigentes petistas é de apoiar o senador e ex-governador.

Blairo Maggi é um dos maiores plantadores de soja do mundo, dono de uma multinacional do agronegócio.

É evidente que o PT em aliança com o agronegócio continuará desprezando a reforma agrária, reivindicação histórica. Continuará deixando de lado as lutas do povo para apoiar os interesses dos capitalistas do campo.

Não! O PT tem que ter candidatura própria, temos bons nomes, como a do companheiro Lúdio Cabral. Mas não basta somente bons nomes, é preciso romper as alianças com os partidos da direita, todos: PMDB, PR, PP, PSB, PTB… É preciso um programa de classe, que estabeleça o fim da privatização na saúde pública revogando as OSSs; é preciso atender as reivindicações dos professores; construir um plano de investimentos massivos em moradia, saneamento, saúde preventiva e educação. Além de reverter a já encaminhada privatização do VLT Cuiabá e Arena Pantanal.

Leia a matéria do Mídia News sobre o assunto: http://www.midianews.com.br/conteudo.php?sid=1&cid=179641

Após 1,4 bi investidos, Silval Barbosa deve dar o VLT à iniciativa privada

Depois de gastar R$ 1,4 bilhões de dinheiro público para a construção do VLT Cuiabá, o governador Silval Barbosa (PMDB) deve dar de graça o VLT para a exploração da iniciativa privada, isso mesmo, nem privatização é, é pior!

Isso é um escândalo, roubo, extorsão do povo!

O VLT tem que ser 100% público, afinal, está sendo construído com dinheiro 100% público!

Contra a privatização do VLT Cuiabá, FORA SILVAL!

Veja a notícia em: http://www.odocumento.com.br/materia.php?id=445707

Silval barbosa VLT

Ságuas não aguenta pressão e sai, Rosa Neide assume mas continua cartilha de Silval de ataque à edcuação

O companheiro Ságuas Moraes-PT não aguentou as pressões e foi assumir a cadeira de deputado estadual, em seu lugar o PT indicou a companheira Rosa Neide, que por sinal começou muito mal na coordenação da SEDUC: É uma vergonha uma integrante do Partido dos Trabalhadores fazer o jogo do governo Silval Barbosa-PMDB contra os professores e trabalhadores da educação, o jogo da direita.

O governo Silval, e por tabela Rosa Neide, afirmou que só volta a conversar com os grevistas se a greve acabar! Isso mesmo, o governo disse que não quer mais negociar e mandou cortar ponto dos trabalhadores!

OBS: qualquer semelhança com governos autoritários e ditatoriais que não respeitam os direitos democráticos não é mera coincidência.

Certos estão os professores do Rio de Janeiro, de Goiás e de tantas outras cidades que nesse momento lutam pela valorização da educação. Certos também estão os trabalhadores de várias categorias e a juventude que tem tomado as ruas em todo o país em solidariedade à luta dos professores!!

Aqui em Mato Grosso a luta continua, todos em solidariedade à luta dos trabalhadores da educação!

Silval Barbosa e Rosa Neide, atendam as reivindicações ou o estado vai parar!

greve-professores-2-meses

Silval usa a “justiça” para atacar greve dos professores

Governador Silval Barbosa usa a “justiça” para atacar a greve dos trabalhadores da educação. Que isso companheiro Ságuas Moraes, o PT faz o quê nesse governo?

Mas a greve continua! Nada vai impedir a luta por educação pública, gratuita e para todos!

Viva a luta dos professores e demais trabalhadores da educação!

Veja: http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2013/09/justica-manda-50-dos-professores-em-greve-de-mt-voltarem-ao-trabalho.html

Cansado estão os professores, secretário Ságuas

O secretário Ságuas disse que está no seu limite e não tem mais o que negociar com os trabalhadores da educação em greve e deve entregar o cargo. Oras, no limite? No limite estão os professores que enfrentam diariamente escolas sucateadas e salários defasados. No limite estão os trabalhadores enfrentando o governo reacionário de Silval Barbosa-PMDB, um governo que destina 600 milhões para construir um estádio de futebol e diz que não tem 200 milhões para melhorar a educação em todo Mato Grosso, valor que seria gasto para atender as reivindicações.

Ságuas diz que sairá da Seduc mas que o PT indicará o novo secretário, provavelmente Rosa Neide. Não! O PT tem que estar ao lado do povo e romper com esse governo, combater as privatizações e defender as reinvindicações dos professores!

Veja: http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2013/09/estou-no-meu-limite-diz-saguas-sobre-greve-dos-professores-em-mt.html