Handebol feminino do Brasil

O BRASIL TAMBÉM FAZ GOL COM AS MÃOS

As meninas da Seleção Brasileira de handebol conquistaram heroicamente o campeonato mundial na Sérvia, um feito inédito que nem os mais otimistas acreditavam. Antes, o Brasil jamais havia terminado entre os três primeiros, nem no masculino (a melhor marca foi 13º no mundial masculino 2013 e 5º no mundial feminino 2011).

A conquista do mundial surpreendeu a todos e dá elementos para algumas reflexões. Mostrou a vontade e garra das atletas, que praticam um esporte sem muito apoio econômico e midiático. Mesmo assim trouxeram o título. Imaginem se no Brasil o esporte fosse de fato incentivado, desde a base, nas escolas e clubes de bairro.

Os agentes da burguesia se apropriam do esporte somente objetivando o lucro. Como o handebol era um esporte sem perspectiva de títulos olímpicos e mundiais, consequentemente sem retorno financeiro para os “investidores”, as grandes empresas não patrocinam os times nacionais, que sofrem para sobreviver. O Brasil male má consegue organizar um campeonato brasileiro, por falta de apoio. Continuar lendo