Gregorio Duvivier escreve ‘Por que odiar o PT’. Confira a reflexão!

Gregorio Duvivier

A primeira vez que me deparei com uma urna eletrônica foi para votar no Lula. E Lula se elegeu, depois de três tentativas malfadadas. Lágrimas grossas escorriam pelo meu rosto: com a prepotência característica dos 16 anos, tive a certeza de que era o meu voto que tinha feito toda a diferença.

A rua estava cheia de pessoas da minha idade que tinham essa mesma certeza. O Brasil tinha acabado de ganhar uma Copa do Mundo, mas a euforia agora era ainda maior: foi a gente que fez o gol da virada. Parecia que o Brasil tinha jeito, e o jeito era a gente – essa gente que nasceu de 1982 a 1986 e votava agora pela primeira vez.

Acabaram-se os problemas do Brasil – a gente chegou. Lembro das ruas cheias, das bandeiras do PT, lembro de abraçar desconhecidos na Cinelândia –Lula lá, brilha uma estrela.

Logo vi que não era o meu voto que tinha feito o Lula se eleger, nem o dos meus amigos, nem o da minha geração. Quem elegeu o Lula – isso logo ficou claro – foi o José Alencar, os Sarney, o Garotinho, foi aquela Carta aos Brasileiros e a promessa de que o Lulinha era Paz, Amor e Continuidade. Sobretudo continuidade. Continuar lendo

Anúncios

Eleições 2012 – Mauro lidera em Cuiabá, mas petista Lúdio já desponta em segundo

Na manhã desta terça-feira (03/04) o site RDNews divulgou pesquisa eleitoral à prefeitura de Cuiabá, realizada pelo Instituto Mark. No método estimulado, com auxílio de lista, o empresário Mauro Mendes (PSB) segue em primeiro com 49,5% das intenções de voto, seguido pelo também empresário Dorileo Leal (PMDB) e o vereador Lúdio Cabral (PT), ambos tecnicamente empatados, com 11,5% e 10,2%, respectivamente.

Segurando a “lanterna” na corrida ao Palácio Alencastro, nessa pesquisa, aparecem o deputado Guilherme Maluf (PSDB), com 3%, e o prefeito Chico Galindo (PTB) juntamente com o vereador Francisco Vuolo (PR), ambos com 1,4%. Os indecisos somam 15,6% e a margem de erro é de 4,5% para mais ou para menos.

A pesquisa mostra força da candidatura petista do vereador Lúdio, que já aparece disputando com empresário Dorileo a condição de quem enfrentará Mauro Mendes no possível segundo turno. A tendência para o nome de Lúdio é de crescimento, à medida que consolidar internamente, no PT, a sua candidatura.

Lúdio Cabral em manifestação contra a privatização da companhia municipal de água e esgoto.
(Foto: Laura Nabuco/RDNews)

Essa foi a primeira pesquisa, neste ano de 2012, em que o petista é listado como pré-candidato, fato que pode significar um grande potencial de crescimento na candidatura.

Ludio é o principal opositor da administração do prefeito Chico Galindo, com atuações destacadas na luta contra a privatização da Sanecap, em defesa do Passe-Livre Estudantil, contra as OS e a privatização da saúde, além de inúmeras lutas ligadas aos movimentos sociais de Cuiabá.

A pesquisa mostra também uma gigante rejeição à possível candidatura do prefeito Chico Galindo. “Perguntados sobre em quem não votariam de jeito nenhum se as eleições fossem hoje, 58,9% mencionaram o nome do prefeito petebista” informou o RDNews. A rejeição de praticamente 60% é uma resposta da população à atual administração da Cidade Verde, a qual vem destruindo os serviços e patrimônio público com privatizações na área do saneamento, coleta de lixo e saúde. Lúdio recebeu 1,7% de rejeição, Dorileo 1,6% e Mauro 1%.

A sondagem foi realizada nos dias 31 de março e 1º de abril. Os pesquisadores ouviram 576 eleitores de 90 bairros cuiabnos.

Para se oficializar como candidato do PT, Lúdio terá que ser aprovado por maioria dos delegados em encontro municipal da sigla que ocorre no próximo dia 22 de abril. O resultado da pesquisa eleitoral com certeza é mais um ingrediente a favor de Lúdio que deve ser o nome aclamado para a disputa.

Fábio Ramirez

“Os vermelhos voltaram”. PT caminhando para unidade em defesa da candidatura própria em Cuiabá

Lúdio Cabral com grandes chances de concorrer à prefeitura de Cuiabá
O PT deve mesmo ter candidatura própria à prefeito nas eleiçoes de 2012. A pré-candidatura do vereador petista Ludio Cabral ganhou força após o maior grupo interno do PT, o CNB – Construindo um Novo Brasil, de Abicalil, Saguas e Alexandre Cesar, se somar ao movimento.

No Dia Internacional das Mulheres, no Sindicato dos Trabalhadores da Construçao Civil, uma empolgante plenária reuniu cerca de 70 pessoas, entre estudantes, sindicalistas da CUT, professores, profissionais liberais e trabalhadores da Sanecap e da Saúde.

O movimento já era impulsionado pelas correntes Graúna, Esquerda Marxista, Identidade Petista, O Trabalho. Agora, com a vinda da corrente majoritária, Construindo um Novo Brasil, tudo caminha para a unidade petista.

“Os vermelhos voltaram”, afirmou empolgado o professor Reginaldo, da UFMT. “A luta pela água continua e se expressa na candidatura de Lúdio”, declarou Ideueno Fernandes, presidente do Sindicato de Trabalhadores da Sanecap.

O sentimento geral na reunião foi de querer ver o PT protagonista novamente. Empolgados, os participantes defenderam a candidatura própria como forma de terem as lutas populares novamente como o carro-chefe do PT em Cuiabá.

Bandeiras históricas do PT, como a Reforma Agrária, defesa da Saúde e da Educacão Pública, de qualidade e para todos não deixaram de ser lembrados.

Ludio defendeu a “necessidade do PT retomar o protagonismo politico e eleitoral em Cuiabá”, afirmando que é hora de “reconstruir a unidade do PT e um projeto coletivo, baseado na luta e na história dos trabalhadores”.

O PT decide seu rumo no dia 22 de abril, quando seus filiados votarão em eleição direta em chapas constituídas por seus agrupamentos internos. Pelos cálculos expressos na reunião, Lúdio reúne em torno dele, a partir desta semana, algo em torno de 65% dos filiados ao PT na capital.

Fábio Ramirez