Titãs em Cuiabá: a lenda viva do rock e o ‘fora Dilma’ que não pegou

Show do Titãs

Valeu a pena o show em Cuiabá! Pra quem não sabe o Titãs se apresentou na capital mato-grossense, no último sábado. A banda escolheu repertório quase retrô, relembrando os velhos tempos de rock, anos 80. A exceção foi duas ou três músicas da fase comercial/pop da banda (anos 90 e início dos anos dois mil).

Quem foi pôde presenciar um mito do rock nacional. Som de altíssima qualidade.

Esquisito foi o público, que mais parecia ir a um teatro do que show de rock: Poucos jovens; mulheres de salto alto e vestidos com apetrechos e renda; homens com sapato social lustrado e camisa de gola polo.

Não. Nada de vestimentas alternativas, característicos do público rock. Aquele estilo de contestação, ali não existia.

O local do show e os ingressos explicam tudo. O evento ocorreu na MUSIVA e os ingressos iam de R$ 100,00 a 1.000,00! Por isso a plateia era formada majoritariamente de classe média e elite.

Nada a ver com rock, que traz em seu espírito a rebeldia.

Mas como o momento político e econômico é turbulento, não seria de espantar se essa conjuntura se manifestasse ali de alguma forma. E foi.

Quase no fim do espetáculo surge um coro do camarote que tenta ecoar pelo salão: “Ei, Dilma, vai tomar no c#”. O grito não pegou, ficou só no camarote com meia dúzia gritando. Pouco antes, o Titãs havia tocado a música ‘Fardado’, lançado em 2014 e inspirada nas jornadas de junho de 2013, quando milhares saíram às ruas por saúde, transporte e educação, enfrentando a repressão dos ‘fardados’.

A música dizia:

“Você também é explorado, Fardado! Você também é explorado, Aqui! Por que você não abaixa essa arma, o meu direito é seu dever. Por que você não usa essa farda, pra servir e pra proteger”.

Quando os Titãs anunciaram o encerramento do show, decidiram voltar após uma pequena pausa (o retorno faz parte da programação, mas a bronca que viria não). Paulo Miklos pega o microfone e dá o recado: “decidimos tocar essa música de 87, por que ela está muito atual”. A música anunciada era “desordem”, composição feita em momento político de greves gerais pelo país e luta contra a Ditadura Militar.

Um trecho da música dizia:

“É seu dever manter a ordem? É seu dever de cidadão? Mas o que é criar desordem, quem é que diz o que é ou não? São sempre os mesmos governantes, os mesmos que lucraram antes. Os sindicatos fazem greve porque ninguém é consultado, pois tudo tem que virar óleo pra por na máquina do estado. Quem quer manter a ordem? Quem quer criar desordem?”.

Mas o grupinho do camarote parecia não ter entendido o recado, e, após a música, tentam puxar mais um grito de fora Dilma. Novamente sem sucesso, o coro não ecoou pelo salão. Mas Paulo Miklos decide desta vez desabafar no microfone: “vamos manter a ordem democrática! Lutamos por isso, democracia acima de tudo!”. Calando de vez o cantinho do camarote, certamente povoado por parte da elite cuiabana.

Quem quer manter a ordem? Quem quer criar desordem?”.

Anúncios

32 pensamentos sobre “Titãs em Cuiabá: a lenda viva do rock e o ‘fora Dilma’ que não pegou

  1. Apenas pra informar que tá no setlist e faz parte do show fingir que vai embora e voltar pra tocar mais algumas musicas… é ensaiado e faz parte do setlist. Outro erro foi falar que existiam ingressos de 1.000 reais, sendo que este era o preço do camarote, que acomoda 12 pessoas.

    Mas entendi o apelo que você quis dar ao texto. A idéia foi transformar o publico do show em elite branca golpista, e cavar uma situação onde a banda voltou unica e exclusivamente pra dar bronca.

    Curtido por 1 pessoa

    • “Outro erro foi falar que existiam ingressos de 1.000 reais, sendo que este era o preço do camarote, que acomoda 12 pessoas.”
      kkk
      O erro foi vc achar que ingresso de camarote não é ingresso.

      Curtir

  2. Ta de sacanagem…como diria Ana Carolina.
    Podemos brincar com as palavras e não com a realidade !
    O show foi de domínio público quem nao foi perdeu.
    Agora vc não quer que eu use a mesma roupa pro show de 32 anos atrás.
    Idade dos Titãs.
    Ta de sacanagem….rs

    Curtir

  3. Que matéria ridícula… O que mais posso fazer se não rir de índios que tentam ser jornalistas. Meu amigo, sua parcialidade mostra o quão medíocre você é. Mais até que essa banda que não consegue fazer mais nada ou que a meia dúzia de elite que gritava no suposto canto do camarote. Volta pra este mundinho tosco que é Cuiabá. Uma terra onde todo mundo é primo de todo mundo e a corrupção corre solta!!!

    Curtir

  4. Qualquer tom excludente me incomoda, este é um momento para juntar as pessoas para falar sobre a vida, sobre humanidades, para lembar a história de horrores que dominou este País de Dominantes e dominados. Retroceder, jamais. Ouvir a todos, sempre. Viva o Titãs e sua história. Viva Cuiabá e sua gente. Pelo direito ao pluriPartidarismo e contra qualquer retrocesso. Luto e defendo o meu voto. Pela Democracia, contra todos os políticos corruptos e pessoas que esquecem a origem dos males. Pelo Direito à Governabilidade, por uma Imprensa livre e polifônica. Pela politização do povo para diminuir as bipolaridades. Na luta, diária e sempre. O Partido que estiver isento que atire a primeira pedra. Recife, agosto de 2015.

    Curtido por 2 pessoas

  5. Pingback: No show dos Titãs, minoria tenta um ‘Fora, Dilma’ e leva bronca de Paulo Miklos | Portal Fórum

    • ““decidimos tocar essa música de 87, por que ela está muito atual”.
      Eu achei que esse jornalista escreveu de forma bem clara, mas pelo visto há dúvidas.
      Joga no google: “diferença entre desde e de”.

      Curtir

  6. Tinha muito pobre em Chapada dos Guimarães, teve show com banda local na praça da igreja, teve show maravilhoso com Ney Matogrosso na praça de eventos. Tudo de graça. Tinha rico, remediado, cada usando usando o que bem entendia. Por que esse é o espírito do rock: liberdade, não figurino, nem filiação partidária.

    Curtir

  7. Rapaz do céu! tem gente pra caramba pra defender camarote coxinha. Os caras vão pro show pra gritar “Ei Dilma vtc”.. rsrsr Foram assistir os jogos da Copa. Pagavam 2/3 mil pra ficar no camarote e gritavam “ei Dilma, vtc”.. Dá pra entender gente assim? Aí o cara vai no show dos Titãns de Land Rover, BMs, Mercedes etc e gritam “ei Dilma, vtc”… A Dilma é um mau governo para eles? É isso? Dilma e PT não estão dando chance deles ganharem mais! É isso? Qual o motivo? Esses “estranhos” não estão gritando “ei, Dilma, vtc” pq Dilma aumentou a conta de luz, o combustível etc…Pq são contra o governo de Dilma e torcem o nariz pras merdas do Aécio (que nem mineiro aguentou mais)? Digno de tese.

    Curtir

    • Boa,Eliana!!!É isso aí!!!Como você é “inteligente”,sujeito!!!A Dilma e o PT não estão deixando “quem” ganhar dinheiro???Os coitadinhos donos das empreiteiras???Ou os banqueiros com seus juros baixos???Ou os desempregados das montadoras.Os donos das loginhas que estão fechando pela crise e os erros crassos cometidos pela Dilma???.Dizem que burrice pega.Você devia ficar em isolamento…

      Curtir

  8. Alex, nao sou eleitor do Aecio, nao sou burgues, nao tenho Land Rover, Bmw, não fico no camarote e mesmo assim estou odiando o governo da Dilma, e agora? o que acontece com seu discurso manjado tipico dos petistas? Pra ser contra a Dilma preciso obrigatoriamente ser “coxinha”?

    Curtir

    • Isso mesmo.A mentalidade petista é que,se vc não pertence a nenhuma das minorias,se você tem uma ou outra conquista material ou intelectual às custas de muito TRABALHO,ESTUDO e RENÚNCIAS,você é “agraciado” com adjetivos como “coxinha,fascista,reaça”…o PT fez do Sucesso um crime e do Fracasso ,um jeito de governar…

      Curtir

  9. Pingback: Paulo Miklos, dos Titãs, dá bronca em grupo que gritava “Fora, Dilma” | FETEC-CUT-PR – Federação dos Trabalhadores no Ramo Financeiro no Estado do Paraná

  10. Manifestação totalmente inoportuna.Ambiente e momento inadequado.Titãs não podem ser ofuscados por gritos de ninguém.Pessoal mais sem noção!!!! O “Fora Dilma” é no domingo,a partir das 4:00 da tarde,na praça Alencastro…😉😉😉😉…todo mundo lá,até os Cegos do Castelo…👍👍👍👍

    Curtir

  11. O rock tem espírito libertário e totalmente APARTIDÁRIO! Creio que a banda pediu para que o público parasse por este motivo ! Porque abertura do show mesmo foi com título “A solução é alugar o Brasil (…) e nós não vamos pagar nada” , em um momento político em que se paga tudo e um pouco mais….

    Curtir

  12. Collor foi afastado por muito menos. Governadores foram cassados por muito menos. Prefeitos foram cassados por muito menos. Todos eles também foram eleitos pelo voto popular e não houve nenhum gritinho histérico de pelegos doutrinados falando em golpismo ou algo que o valha. No mais, lamento que uma banda sempre voltada à vanguarda e atitude Rock se renda ao conformismo e ao status quo de um governo formado por corruptos e parasitas que aparelham o estado e que estão fazendo o Brasil regredir ao menos 20 anos. Dia 16 – EU VOU!

    Curtir

    • Collor saiu por menos? Espero que diga por ignorância, não má fé. Havia uma série de acusações e provas contra a figura do presidente e demais integrantes do governo. Collor, já sem quaisquer bases no Legislativo, sucumbiu. Não há provas contra Dilma. Aliás, nem acusações. E, ainda, uma base sólida de apoio do próprio PT, PCdoB e, quando necessário, do PSOL.
      Miga, não viaja. Aceita a democracia. Mais de cinquenta milhões, a maioria dos votos válidos, escolheram, de forma limpa e democrática, a continuidade de seu governo.
      Dilma fica!

      Curtir

  13. Que matéria lixo, puxando saco do governo e rebaixando os poucos que ali tentaram ecoar a voz do povo, não eram 12 pessoas, eram pessoas representando milhões, blogueiro de merda.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s