PEDRADAS DO CAOS (Datena e seu ódio; Deus existe?; Estado Laico)

Roberto Boaventura da Silva Sá

Dr. Jornalismo/USP; Prof. Literatura/UFMT

Depois de ter tratado das perigosas ações dos “inquisidores da irmandade evangélica” no artigo anterior, pensei que hoje pudesse sair do tema. Não posso. Motivo: uma propaganda do Ministério Público Federal (MPF) que vi na Rede Bandeirantes.

Para melhor apreciar a peça, busquei-a na internet. Ali, fiquei sabendo que a propaganda é um direito de resposta que a Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA) ganhou contra José Datena, apresentador do “Brasil Urgente”.

O que Datena fez?

Demonstrou preconceito contra os ateus no programa do dia 27/07/2010. Ao dialogar com um repórter sobre o fuzilamento de um garotinho de dois anos, Datena atribuiu aquela violência aos que não creem em Deus, pois, para o apresentador, os ateus “não têm limites”.

Vejamos alguns fragmentos de seu odioso discurso:

“…Isso é ausência de Deus; porque nada justifica um crime como esse […]. Porque o sujeito que é ateu, na minha modesta opinião, não tem limites; é por isso que a gente vê esses crimes aí […].

Em sua costumeira incontinência verbal, Datena, disse mais sobre os ateus:

É por isso que o mundo está essa porcaria: guerra, peste, fome e tudo mais, entendeu? São os caras do mal. Se bem que tem ateu que não é do mal, mas é … O sujeito que não respeita os limites de Deus, é porque, não sei, não respeita limite nenhum“.

Não contente, e ávido para alavancar a audiência, Datena fez colocar no ar a seguinte “pesquisa de opinião”: “Você crê em Deus?”.

Enquanto os telespectadores iam respondendo, mas não sem antes dispensar por várias vezes a audiência dos ateus, Datena – aparentando indignação ao ver que descrentes também votavam em sua pesquisa – incitava ainda mais seu ódio contra esses seres humanos:

Você que acredita em Deus, dá uma lavada. Arrebenta com essa votação aí… ‘Vamu’ provar pra esses caras que o bem é maioria…”

Poucas vezes, vi alguém babar tanto ódio em público; e em nome de Deus!

Agora, a ATEA ganhou o direito de resposta àqueles insultos. A Band – e somente ela – terá de exibir nacionalmente 72 vezes um vídeo (de 40 segundos) produzido pelo MPF. Objetivo: conscientizar a população de que, em estados laicos, todos têm de ser respeitados igualmente: tanto os que creem, quanto os que não creem em Deus. 

O vídeo, além de poder ser visto na internet, está sendo veiculado nos intervalos dos programas “Brasil Urgente” e “Jornal da Band”, de segunda a sábado, entre 16h15m e 20h20m, e do “Canal Livre”, entre 00h15m e 01h15m, de domingo para segunda.

Em termos de conteúdo, na peça, é dito que o estado brasileiro não possui religião oficial, de modo a “garantir que todos possam ser livres para escolher entre ter ou não ter religião. A liberdade é uma conquista da democracia, e exige respeito integral a todos”.

Assim, entremeado de uma sequência de lindas respostas de diferentes líderes religiosos à pergunta “O que é Deus?”, Daniel Sottomaior, presidente da ATEA, declara:

“Para mim, Deus não existe”.

Em meio a esse ganho judicial, novos ódios – frutos da incomensurável ignorância de um povo excluído de educação e cultura de qualidade – eclodiram pelo país, chegando aos espaços da mídia.

Assim, nos últimos dias, entristecidos e perplexos, vimos de tudo: da aviltação do túmulo de Chico Xavier ao misterioso assassinato de um médium.

No meio desse caminho tortuoso, ainda havia uma absurda “rola” no ar da Rádio Bandeirantes (!), em resposta a um pastor, além de uma pedra na cabeça de uma criança adepta do candomblé.

Acho que já pusemos os pés no caos.

Sairemos dele?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s